Páginas

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Vamos celebrar 259 anos de devoção a Santa Luzia

Estamos nos aproximando de um momento muito especial em nossa Paróquia: a Festa de Santa Luzia. A devoção é portuguesa, propagada pelos colonizadores e advinda da Itália de onde a Virgem e Mártir é originária. A fé popular, acrescida das motivações pastorais e enriquecida com as tradições culturais, celebrará mais uma vez a jovem cristã destemida e martirizada pelo Império Romano no século III da Era Cristã.

Ao que tudo indica, e segundo a escritura de doação datada de 10 de fevereiro de 1756, Geraldo Ferreira Neves, colonizador português chegado às terras do Sabugí quando os indígenas ainda faziam morada por aqui, fez a doação de um terreno para a capela de Santa Luzia no sítio São Domingos. Esse fato já era uma prova de sua devoção e da grata satisfação que tinha em celebrar a memória da jovem italiana e baseados nesse fato dizemos que são 259 anos de devoção.

É voz corrente, como nos atesta em seus relatos a nossa irmã Teresa Medeiros (in memoriam), que foi o dito português que doou a imagem em estilo barroco (ainda hoje exposta na Igreja Matriz de nossa paróquia), sendo ela a fonte de muitas inspirações para o seguimento a Jesus Cristo dos devotos que acorrem a nossa paróquia durante o ano inteiro e, sobretudo, no período de 04 a 13 de dezembro.

Os ex-votos, as fitinhas, as muitas “promessas” que os devotos vêm buscar, as fotografias deixadas são sinais de que a fé popular perpassou os dois séculos e meio, e hoje, com caráter de uma “Igreja em saída e casa da misericórdia”, celebra a festa da jovem, virgem e mártir Santa Luzia.

Em face da beleza desta devoção, convidamos os fiéis a participarem deste grande retiro espiritual no qual meditamos a grandeza e a bondade de Deus por meio do exemplo de nossa excelsa padroeira Santa Luzia.


Pastoral da Comunicação da Paróquia Santa Luzia

Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário