Páginas

domingo, 1 de maio de 2016

Igreja de São José Operário esteve lotada na última noite da festa de seu padroeiro

A Igreja de São José Operário esteve lotada de fieis que vieram celebrar, neste sábado, 30 e abril, a última novena da festa de seu padroeiro.

A  novena contou com as presenças missionárias dos seguintes noitários: Josés, Profissionais Liberais, Comunidades Rurais, Pinga, Talhado, Barra, Saco dos Moisés, Saco dos Goitis. Umbuzeiro Doce, São Gonçalo, Olho D'agua Grande, Assentamento Santo Antônio e Ruas: Antônio Gomes, Belmiro Medeiros, Joaquim Marinho e Braz Gabriel de Melo.

Na procissão de entrada representantes das comunidades rurais levaram banners com as imagens de seus respectivos padroeiros. Com muita animação a comunidade celebrou  a novena que foi presidida pelo pe. Elias Ramalho.

Em sua reflexão, padre Elias destacou a necessidade de nós abrirmos o nosso coração ao Espírito Santo. "O que é uma pessoa aberta ao Espírito Santo? Em primeiro lugar, é alguém que ama. E ama a tal ponto que consegue com viver até com as pessoas mais difíceis de conviver. O cristão aberto ao Espírito Santo não se deixa abater pelas dificuldades do dia a dia. Ao invés de baixar a cabeça nós levantamos nossas cabeças. Os Santos são pessoas que nós reverenciamos porque foram cheios do Espírito Santo e nos apontam e ajudam a enxergar o caminho do céu", disse Pe. Elias.

A celebração prosseguiu com o canto da ladainha e a liturgia eucarística. No final houve o desfile dos príncipes e princesas da festa de 2016.

Na parte social houve quermesse ao lado da Igreja. Também foi realizado o leilão seguido da apresentação musical de Califa Show que encerrou a noite de festa.




Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário