Páginas

domingo, 4 de dezembro de 2016

Com uma multidão de fiéis dentro e fora da Igreja Matriz foi aberta a festa de Santa Luzia 2016

Com uma multidão de fiéis dentro e fora da Igreja Matriz foi aberta na noite deste domingo, dia 04 de de dezembro de  2016, a festa de Santa Luzia 2016.

Logo no início da noite centenas de fieis já aguardavam a carreata que saiu da Igreja Nossa Senhora de Fátima e percorreu as principais ruas da cidade até a Igreja Matriz onde o padre Maurício recebeu e abençoou os devotos que chegavam em seus carros, motos e bicicletas. 

Ainda no patamar da Matriz, Padre Maurício convidou os fieis a entoarem o hino da padroeira enquanto as bandeiras eram hasteadas e, em seguida, declarou aberta a festa da padroeira. 

A missa de abertura foi presidida pelo padre Maurício e foi concelebrada pelo padre João Saturnino de Oliveira que fez a proclamação do Evangelho e a reflexão.

Em sua  homilia padre João lembrou três grandes motivações deste tempo que são: o tempo do Advento, em preparação para o Natal, a festa de Santa Luzia e o convite à missão. Padre João lembrou a Encíclica Laudato Si escrita pelo Papa Francisco e que fala que a vida está acima de tudo. O padre falou da nossa responsabilidade em cuidar da casa de todos  e fazer isso deixando-se iluminar pelas referências que são Jesus Cristo, sua mãe Maria e Santa Luzia que foi capaz de, por amor ao próximo, doar todos os seus dotes aos pobres contrariando a lógica economicista da acumulação.

Após a reflexão foi cantada a ladainha de Santa Luzia fazendo chega à Deus as preces da assembleia. A celebração continuou com a liturgia eucarística. No final da missa os fieis cantaram com muito vigor o hino de Santa Luzia. 

A primeira celebração da festa de Santa Luzia foi rezada na intenção dos motoristas, motoqueiros, ciclistas e setor de liturgia. 

A missa deste domingo não contou com a participação do padre Elias Ramalho, pároco, que por recomendação do médico deve se manter em absoluto repouso para se recuperar de uma crise de cálculo das vias urinárias.
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário