Páginas

domingo, 11 de junho de 2017

Josivam foi ordenado diácono na última sexta feira. Veja os detalhes

Da esq.p/ dir. Edvan, Hugo, Lucivaldo e Josivam
A Catedral de Nossa Senhora DaGuia,  em Patos, esteve lotada na noite da última sexta feira, dia 09 de junho, na ocasião em que foram ordenados diáconos os estagiários Josivam Almeida, Hugo  de França, Lucivaldo Canuto e Edvan Cabral.

A celebração foi presidida pelo Bispo da Diocese de Patos, Dom Eraldo, e concelebrada pelo Bispo de Garanhuns, Dom Paulo Jackson, além de padres das dioceses de Patos, Campina Grande, Cajazeiras e Caicó. Também estiveram presentes diáconos e seminaristas de várias dioceses.

Em sua reflexão do Evangelho o Bispo de Patos frisou que o diaconato não é uma formalidade que precede a ordenação sacerdotal, mas é o atendimento ao chamado para o serviço da comunidade. "Ser diácono é colocar diante de uma multidão que suplica o pão que lhes foi tirado, roubado pelas mãos ávidas de poder, de corrupção. Temos mesas tão grandes e vazias de amor e de paz! Ser diácono hoje e saber vestir os paramentos para os qe se inclinam para lavar os pés, de usar a jarra que contém a água que alivia o cansaço e refaz as forças perdidas durante os caminhos ásperos e áridos da vida". Afirmou o bispo.

Após a homilia iniciou-se o rito de ordenação diaconal no qual os candidatos ao diaconato afirmaram o seu desejo de receber o sacramento da ordem e  assumiram os compromissos deste ministério, incluindo o da obediência ao Bispo e seus sucessores.  Na sequência houve o cântico da ladainha de todos os Santos na qual os diáconos se prostaram no chão.

Na sequência da ladainha houve o momento em que o Padre Elias vestiu a estola e a dalmática em Josivam sendo este gesto repetido pelos outros párocos com os demais diáconos. Os diáconos receberam das mãos do Bispo o evangeliário simbolizando sua missão de anúncio e testemunho vivo do Evangelho de Jesus Cristo.

A liturgia eucarística prosseguiu com o  ofertório e consagração. Após  a comunhão Dom Paulo Jackson fez uma saudação aos novos diáconos enfatizando o período em que foi formador dos quatro rapazes em Belo Horizonte. "Sejam diáconos e padres de Aparecida e da Evangelium Gaudium. Que não seja um mero chavão 'ser discípulo missionário de uma Igreja em saída'. Vivam, verdadeiramente, o projeto eclesial  e teologal, a conversão pessoal, a conversão pastoral, a conversão missionária para serem, de fato, diáconos de uma Igreja em saída." Concluiu Dom Paulo Jackson.

Após Dom Paulo, um dos diáconos fez os agradecimentos a todos os que participaram da sua formação e que colaboraram para que a celebração pudesse ocorrer. O chanceler da Diocese, Padre Rodrigo Trindade, fez a leitura da ata da celebração que foi assinada pelo clero presente. 

Dom Eraldo agradeceu ao bispo de Garanhuns, dom Paulo, aos padres e diáconos da diocese e aos que vieram de outras dioceses, aos parentes dos diáconos e proferiu a bênção final.

Josivam está em Santa Luzia e continua sua missão de colaborador dos padres Elias e Mauricio nos trabalhos pastorais e agora nas celebrações de batizados e casamentos.
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário